Moral para eruditos: preleções públicas na Universidade de Jena (1975-1795)

Código: 9788594591937
R$ 70,00
ou R$ 68,60 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 70,00 sem juros
    • 2x de R$ 36,57
  • R$ 70,00 Mercado Pago PIX
  • R$ 70,00 PayPal
  • R$ 68,60 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Johann Gottlieb Fichte
Tradução, organização e notas: Ricardo Barbosa
ISBN 9788594591937
200 páginas
 

Johann Gottlieb Fichte (1762-1814) tornou-se professor em Jena no verão de 1794. Tinha apenas 32 anos. Colocando toda a sua verve a serviço do evangelho da razão prática, suas primeiras preleções públicas versaram sobre o ethos do erudito e da formação universitária. Elas suscitaram a admiração de estudantes como Hölderlin, para quem Fichte já era “a alma de Jena”, mas também o ódio de autoridades civis e religiosas, para as quais ele não passaria de um plebeu arrogante, “democrata” e “jacobino”. Num gesto de autodesagravo, logo reuniu suas cinco primeiras preleções num pequeno livro, O destino do erudito (1794), pois era preciso calar os detratores. No semestre seguinte, Fichte mal pôde retomar seu curso público, pois a escolha de oferecê-lo nas manhãs de domingo foi tomada como um descarado intento de concorrer com o serviço religioso. Tudo o que restou dessas preleções está aqui traduzido, ao lado de importantes escritos que documentam as reações de Fichte a tantos ataques, inclusive das ordens estudantis, não só à sua pessoa, mas sobretudo à liberdade acadêmica.

Sumário

Introdução

  • “Sou um sacerdote da verdade.” - Fichte e suas preleções públicas na Universidade de Jena em 1794-95
  • Sobre as traduções

Moral para eruditos Preleções públicas  na Universidade de Jena (1794-95)

  • Sobre a vivificação e a elevação do puro interesse pela verdade
  • Sobre a diferença entre o espírito  e a letra na filosofia
  • Primeira preleção - Sobre o espírito e o corpo em geral
  • Segunda preleção - Sobre a diferença entre o espírito e a letra
  • Terceira preleção - Sobre a diferença entre o espírito e a letra na filosofia

Anexos

  • Quero investigar pelo que em geral se distingue o espírito da letra na filosofia
  • Sobre o espírito e a letra na filosofia
  • Preleção de encerramento do  semestre de verão de 1794 [Por quais meios se pode desenvolver e fortalecer em si o espírito]
  • Primeira preleção do  semestre de inverno de 1794-95 [Sobre quais conhecimentos históricos adequados deve o erudito reunir]

Apêndices

  • Discurso realizado pelo Sr. Professor Fichte em 25 de novembro de 1794, às 9 horas da noite, quando foi saudado com vivas
  • Defesa do Prof. Fichte, a qual acompanhou o relatório do Senatus Academici ad Serenissimum Reg
  • Prestação de contas de J. G. Fichte ao público sobre o seu afastamento de Jena  no semestre de verão de 1795 (Escrito em Osmannstädt em julho de 1795)
  • Declaração contra o artigo Tentativa infeliz de introduzir na Alemanha cristã uma espécie de culto público da religião da razão, na revista Eudemonia, 2º vol., 1º fasc., com uma exortação incidental ao editor da Nova Biblioteca Alemã Universal.   
R$ 70,00
ou R$ 68,60 via Boleto Bancário
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • PagHiper
  • Mercado Pago
Selos
  • Site Seguro

Editora Liber Ars Ltda. - CNPJ: 13.794.606/0001-98 © Todos os direitos reservados. 2021