O assassinato de JK pela Ditadura: documentos oficiais - 2 volumes

Código: 9788594590138
12x de R$ 16,66
R$ 200,00
ou R$ 190,00 via Depósito
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 200,00 sem juros
    • 2x de R$ 100,00 sem juros
    • 3x de R$ 66,66 sem juros
    • 4x de R$ 50,00 sem juros
    • 5x de R$ 40,00 sem juros
    • 6x de R$ 33,33 sem juros
    • 7x de R$ 28,57 sem juros
    • 8x de R$ 25,00 sem juros
    • 9x de R$ 22,22 sem juros
    • 10x de R$ 20,00 sem juros
    • 11x de R$ 18,18 sem juros
    • 12x de R$ 16,66 sem juros
    • 1x de R$ 200,00 sem juros
    • 2x de R$ 100,00 sem juros
    • 3x de R$ 66,66 sem juros
    • 4x de R$ 50,00 sem juros
    • 5x de R$ 40,00 sem juros
    • 6x de R$ 33,33 sem juros
    • 7x de R$ 28,57 sem juros
    • 8x de R$ 25,00 sem juros
    • 9x de R$ 22,22 sem juros
    • 10x de R$ 20,00 sem juros
    • 11x de R$ 18,18 sem juros
    • 12x de R$ 16,66 sem juros
  • R$ 190,00 Deposito
  • R$ 200,00 Boleto Bancário
  • R$ 200,00 American Express, Visa, Diners, Mastercard, Hipercard, Elo
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Organizadores: Alessandro Octaviani / Lea Vidigal Medeiros / Marco Aurélio Braga

Box com os dois volumes - ISBN 978-85-9459-013-8

Páginas: 804

 

Juscelino Kubitschek foi morto em 22/08/1976, após sofrer perseguição implacável da ditadura militar instalada em 1964. Durante anos, uma correta e séria investigação sobre os fatos foi sistematicamente bloqueada. O objetivo da ditadura militar sempre foi o de que o Brasil não soubesse de seus crimes ou de que deles não se falasse mais. O povo brasileiro deveria somente "olhar para frente", pois do contrário estaria comprovando nosso "revanchismo". Essa nuvem de obscurantismo bloqueou a verdade sobre a morte de JK, negando aos brasileiros seu direito à verdade e à memória nacional, que devem ser os fundamentos de nossa República, ainda por construir.

A vida e a morte de JK integram o patrimônio da Nação e pertencem a cada um denós, cidadãos. Não pertence aos militares que o perseguiram, não pertence aos políticos e burocratas que se arvoraram em monopolistas das versões enviesadas, não pertence sequer a seus auxiliares fiéis ou queridos familiares. Pertence ao Brasil, seu povo. O povo amado por Juscelino, como qual sua identificação foi plena, integral. Ao qual deu esperança sem igual e no qual se reconfortou.

Produtos relacionados

12x de R$ 16,66
R$ 200,00
ou R$ 190,00 via Depósito
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • PayPal
  • Depósito Bancário
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

Editora Liber Ars Ltda. - CNPJ: 13.794.606/0001-98 © Todos os direitos reservados. 2018