Repente: valores antropológicos da arte efêmera, O

Código: 9788564783317
12x de R$ 3,50
R$ 42,00
ou R$ 39,90 via Depósito
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 42,00 sem juros
    • 2x de R$ 21,00 sem juros
    • 3x de R$ 14,00 sem juros
    • 4x de R$ 10,50 sem juros
    • 5x de R$ 8,40 sem juros
    • 6x de R$ 7,00 sem juros
    • 7x de R$ 6,00 sem juros
    • 8x de R$ 5,25 sem juros
    • 9x de R$ 4,66 sem juros
    • 10x de R$ 4,20 sem juros
    • 11x de R$ 3,81 sem juros
    • 12x de R$ 3,50 sem juros
    • 1x de R$ 42,00 sem juros
    • 2x de R$ 21,00 sem juros
    • 3x de R$ 14,00 sem juros
    • 4x de R$ 10,50 sem juros
    • 5x de R$ 8,40 sem juros
    • 6x de R$ 7,00 sem juros
    • 7x de R$ 6,00 sem juros
    • 8x de R$ 5,25 sem juros
    • 9x de R$ 4,66 sem juros
    • 10x de R$ 4,20 sem juros
    • 11x de R$ 3,81 sem juros
    • 12x de R$ 3,50 sem juros
  • R$ 39,90 Deposito
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Autor: José Dettoni.

ISBN: 978-85-64783-31-7

131 Páginas.

Por que o repente, a arte popular do verso improvisado, apresenta-se como tema de reflexão acadêmica? Não é um grande tema ou subtema das grandes correntes ou dos grandes e tradicionais sistemas filosóficos.

Por ser um tema "humilde", é pouco ou nada explorado pelos filósofos. Não é um grande tema, mas por trás dele podem estar grandes valores antropológicos. Essa é nossa hipótese de trabalho. A arte é surpreendente e inexaurível.

Este trabalho não se ocupa da história dessa parte do grande mundo da arte. Suas origens são remotas e seus contornos não muito claros.

O que nos ocupa é, sim, a descrição fenomenológica e o desvelamento de seus valores antropológicos. Como é esta arte e quais os valores que ela traz em seu bojo.

Produtos relacionados

12x de R$ 3,50
R$ 42,00
ou R$ 39,90 via Depósito
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • PayPal
  • Depósito Bancário
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

Editora Liber Ars Ltda. - CNPJ: 13.794.606/0001-98 © Todos os direitos reservados. 2018